Novidades

terça-feira, 30 de março de 2010

I Tessalonicenses 1.7-8 Olhamos As Circunstâncias!

Por Pastor Eliy Barbosa

Quando olhamos as circunstâncias, nós mudamos o nosso conceito sobre Deus. Tiramos os olhos do chamado e da visão profética e vemos a situação em que nos encontramos.

Existem pessoas que passam anos indagando “por que?”: “por que tanto sofrer se eu não mereço? Se eu sempre andei pelos caminhos do Senhor, se sempre louvei o Seu nome, por que esse mal me consome? Quanto tempo terei que esperar para ver alguma coisa acontecer?”

Isso tudo ocorre porque o foco está errado, está nas circunstâncias e não no Senhor que garante a vitória!

Quando os missionários Paulo, Silas e Timóteo chegaram a Tessalônica, durante um espaço de três sábados seguidos pregaram o Evangelho na sinagoga local (Atos 17.2). Dois desses missionários tinham o corpo marcado por uma aterrorizante surra com varas (Atos 16.22-23). E por intervenção divina eles haviam recentemente saído da cadeia mais bem guardada da cidade de Filipos (Atos 16.35-36).

Esses missionários apresentavam marcas de descomunal sofrimento e visível pobreza. Mas não eram mendigos ou pedintes, além da roupa do corpo talvez possuíssem algumas ferramentas para confeccionar tendas. Por isso em sua estada em Tessalônica trabalharam de dia e de noite para não se tornarem um peso para ninguém (I Tessalonicenses 1.9).

Apesar de toda esta circunstância anunciavam o Evangelho “... com poder, com o Espírito Santo e com a certeza de que esta mensagem é verdade” (I Tessalonicenses 1.5). Mas nas três primeiras semanas, essa recém fundada igreja suportou um sofrimento iminente. Um grupo de “malandros e desordeiros” fizeram muita confusão na cidade por inveja a mensagem pregada por esses missionários (Atos 17.5).

Alguns recentes convertidos, como Jasão, tiveram suas casas e propriedades invadidas, e foram levados presos (I Tessalonicenses 1.6-8). Foram subornados e coagidos a darem parte dos seus bens (I Tessalonicenses 1.9). E mesmo assim eles receberam a palavra do Senhor em meio a muita tribulação, com alegria do Espírito Santo (I Tessalonicenses 1.6)!

Paulo então testemunhou que essa recente comunidade tornou-se exemplo para todo o mundo: “(...) vocês se tornaram um exemplo para todos os cristãos das províncias da Macedônia e da Acaia. Pois a mensagem a respeito do Senhor partiu de vocês e se espalhou pela Macedônia e pela Acaia, e as notícias sobre a fé que vocês têm em Deus chegaram a todos os lugares” (I Tessalonicenses 1.7-8).

Eles foram muito perseguidos, mais do que qualquer outra igreja na época. Seus próprios conterrâneos, seus vizinhos, conhecidos, talvez até parentes, os perseguiram (I Tessalonicenses 2.14). Recém convertidos, seus matrimônios foram postos em prova (I Tessalonicenses 3.3), seus empregos foram testados e perderam o respeito da comunidade (I Tessalonicenses 4.11-12). Paulo afirma que o Diabo atacou a igreja, cada família e cada cristão de tal forma que ele ficou com medo da igreja ser destruída (I Tessalonicenses 3.5).

Mas a Igreja de Tessalônica não iria desistir, seus obreiros e santos estavam decididos a viver o poder do Evangelho: “Embora tenham sofrido muito, vocês receberam a mensagem com aquela alegria que vem do Espírito Santo” (I Tessalonicenses 1.6), testemunharam Paulo, Silas e Timóteo. Eles haviam de fato recebido o Espírito Santo sobre suas vidas.

Paulo sabendo o que aquela igreja havia suportado chegou a confidenciar que quando o “Senhor Jesus vier, vocês [tessalonicenses] e ninguém mais são de modo todo especial a nossa esperança, a nossa alegria e o nosso motivo de satisfação, diante dEle, pela nossa vitória. Sim, vocês [da igreja de Tessalônica] são o nosso orgulho e a nossa alegria!” (I Tessalonicenses 2.19-20).

---------------------------------------

Onde está a alegria do Espírito Santo em seus dias de lutas e aflições? O que está faltando? Ensinos teológicos, cultos de avivamento? Não, segundo Paulo o que fez diferença na vida dos tessalonicenses foi seguir o exemplo do Senhor Jesus (I Tessalonicenses 1.6).

Não sucumba à pressão! A Igreja de Tessalônica sofreu grandes aflições, tremendas provações, tempos difíceis, perseguições mortais. Mas estava cheia da alegria do Espírito Santo. Se concentre no chamado de Deus para a sua vida.

O chamado de Deus para a sua vida é real! Não perca o foco no chamado, deixe que o próprio Senhor se torne o Seu Defensor: “Ele fará com que a sua honestidade seja como a luz e com que a justiça da sua causa brilhe como o sol do meio-dia.” (Salmo 37.6)



Trecho do livro "Tire Deus do Armário" de Pastor Eliy Barbosa - Igreja Cristã Plenitude

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Download de Livros

Eliy Barbosa em

Para Saber +

Igreja Plenitude do Poder de Deus

Igreja Plenitude do Poder de Deus
Ministério Pastor Eliy Barbosa