Novidades

quinta-feira, 13 de maio de 2010

O Encontro Com o Senhor Não é Casual

Por Pastor Eliy Barbosa

Aos poucos as vozes zombeteiras das demais ovelhas foram se silenciando. Com certeza algumas delas sempre tiveram um enorme “Eu” carimbado sobre si. Eram criaturas iludidas esperando alguma coisa em troco de nada. Elas não queriam ouvir a verdade, aquela verdade que explica a necessidade de ser libertada e purificada do domínio de Belial.

Não olhei para trás. O que vi aqui não me importava mais. Pureza e eu estávamos seguindo nosso novo Pastor para cada vez mais longe daquele lugar. Distante da paisagem ao meu redor, meus pensamentos eram contraditórios, sufocantes e perturbadores. Não levei saudades dali, mas deixei parte daquilo que chamava de vida...

Vida? O que era vida? Quem poderia determinar o que seria isto? Teria vida somente por ser uma criatura viva? E a guerra que existia dentro do meu coração? Ela também fazia parte da chamada vida? Ou era apenas uma consequência da vida? Existe vida sem paz? Existe vida sem esperança? Existe vida sem amor? Podemos...

Uma agradável brisa me tirou dos pensamentos. A paisagem ao redor começara a ganhar cores, contornos e cheiros diferentes. Estávamos saindo do deserto!

Formas novas... Árvores distantes... Pastagens surgindo como borrões no horizonte... Tudo novo... Tudo lindo... Mas não queria prestar atenção no caminho, não queria saber qual a direção. Eu não tinha intenção de voltar. Mesmo assim não pude deixar de pensar nas demais ovelhas que ficaram com Belial...

Formas novas... Árvores distantes... Pastagens surgindo como borrões no horizonte... Tudo novo... Tudo lindo... Mas não queria prestar atenção no caminho, não queria saber qual a direção. Eu não tinha intenção de voltar.

Mesmo assim não pude deixar de pensar nas demais ovelhas que ficaram com Belial... Será que o novo Pastor nunca tentou comprá-las também? Se Ele tinha tantos recursos quanto demonstrou, por que não ajudou as demais? Por que somente eu e Pureza havíamos sido escolhidas? O que havíamos feito para merecer esta excepcional oportunidade? Mesmo que se julguem auto-suficientes, que destino elas teriam?

Era inútil me torturar. Então me lembrei algo que há muito tempo me falaram: Muitas vezes os livrou dessa escravidão, embora elas persistissem em seus planos de rebelião. Elas preferiram ficar no deserto e se afundar ainda mais em suas maldades. E foram abatidas pelos seus próprios pecados!

Essa lembrança me arrepiou! Algo me fez pensar que aquele encontro não havia sido casual. Será que de alguma maneira o Pastor já havia planejado nos proteger das ações daquele homem orgulhoso, violento e mau? Por que Sua ajuda veio neste momento? Será que Ele viu sobrenaturalmente as nossas necessidades, previu os planos de Belial contra nós e interviu em nosso favor? Belial poderia estar pronto a colocar em prática algum plano venenoso contra nós!

“Dê tempo ao tempo”. Somente o tempo poderia trazer todas as respostas e revelar as coisas como realmente são. Algo me dizia que Belial nunca precisou de advogado, pois na verdade ele já estava condenado.

Pois o tempo, não somente ajudaria no processo de curar as minhas feridas, mas também mataria uma espécie de pessoa que existe em todos os tempos: pessoas amantes de si mesmas, sem princípios ou limites, pessoas como Belial.


Trecho do livro "A Voz da Ovelha" de Pastor Eliy Barbosa - Igreja Cristã Plenitude

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Download de Livros

Eliy Barbosa em

Para Saber +

Igreja Plenitude do Poder de Deus

Igreja Plenitude do Poder de Deus
Ministério Pastor Eliy Barbosa